EM ALTA

Martini - Advocacia, Assessoria e Consultoria Jurídica

Quem é Suzy de Oliveira - A "vítima" TRANS que o Fantástico apresentou?


Se você assistiu o programa Fantástico no dia 1 de março de 2020, você viu que foi exibida uma matéria no programa Fantástico da rede Globo onde o entrevistador em questão, o doutor Dráuzio Varella, entrevistava presos TRANS nas penitenciárias. O foco da matéria era mostrar a vida de presos transsexuais em presídios masculinos.

Como sempre, mais do que mostrar a vida e o assédio sofrido por pessoas trans em cadeias masculinas, o propósito maior era chamar a atenção da audiência e, de alguma forma, enaltecer a fragilidade da minoria transsex, e colocá-los como vítimas da sociedade, dentro ou fora da cadeia.

Claro que nem todos os transsexuais são 'pessoas' como a protagonista dessa entrevista, assim como nem todo hétero é uma boa pessoa. A maldade não está no gênero, mas no caráter.

Porém, a tentativa desesperada de chamar a atenção e "lacrar" foi por água abaixo quando escolheram uma detenta por "nome" de Suzy. Ela é a protagonista de toda essa história e de todo o fogaréu que se acendeu após a exibição da matéria.

Em um determinado ponto da matéria o doutor Dráuzio Varella pergunta para Suzy a quanto tempo ela não recebia uma visita. Suzy responde que há oito anos. Ele diz - "triste, não é?' - Suzy responde - "Sim" - os dois se abraçam.

A cena comovente tocou todo o Brasil que, até ali, não conheciam a história de Suzy e o porque ela estava encarcerada. Mas como a internet não engole mais nenhuma informação que venha da rede Globo, sem antes procurar o que ela escondeu, um fato gigantesco foi descoberto sobre ela.

O motivo de Suzy estar presa não foi tráfico de drogas, um roubo ou algo simples. Se você ainda não sabe o real motivo da prisão, vai ficar extremamente revoltado quando eu contar aqui.

Antes de Suzy ser Suzy, ela se chamava Rafael Tadeu de Oliveira Santos. E qual foi o crime que ele cometeu para ser preso? Ele ESTUPRAR E MATAR UMA CRIANÇA DE 9 ANOS em maio de 2010.

Isso mesmo meu amigo e minha amiga. Aquela cena toda em torno da Suzy na matéria do Fantástico foi inteiramente feita sem saberem qual foi o crime que Suzy, ou Rafael, cometeu, antes de entrevistá-lo. Ou será que sabiam?

O dr. Dráuzio emitiu uma nota de esclarecimento e a emissora também. Ambos se defendendo das acusações. Mas se, de fato, eles não pesquisaram sobre a vida dos entrevistados, aí damos conta do nível do jornalismo que a emissora entrega ao seu público.

E aí... você vai continuar assistindo ou acreditando nessa emissora que te faz sentir pena de um assassino frio que foi capaz de estuprar e tirar a vida de uma criança de 9 anos?

Além de tudo, pessoas que foram enganadas pelo programa fizeram vakinhas online para arrecadar dinheiro e professoras pediram para seus alunos escreverem cartas para a detenta. Você vê a incoerência? Professoras fizeram, pedindo para crianças escreverem cartas para um detento que fez barbaridades com uma criança.

Acho que não sou o único a se espantar com tudo o que aconteceu. O caso foi discutido e comentado por muitos programas de tv, canais do youtube e sites pela internet afora.

E você, o que achou de tudo isso? Responda do comentário.




Postagem Anterior Próxima Postagem