EM ALTA

Martini - Advocacia, Assessoria e Consultoria Jurídica

Nem Pitbull, Nem Rottweiler. A vira-lata salvou a casa

Um post me chamou a atenção nesse dia 28 de outubro de 2019, lá na plataforma do Facebook. Uma amiga de Ouro Preto do Oeste contou uma história muito bacana da heroica atitude de sua cachorra vira-lata, Mel.

Leia o relato do post abaixo:
Mel é minha cachorra vira-lata, essa cadela ontem a noite por volta das 2 da manhã defendeu nossa casa como se fosse um pitbull misturado com Rottweiler, botando o bandido que tentou invadir para correr
Com uma valentia e garra que nem um pedigree irá desmerecer ela...
Mamãe esta orgulhosa dela 😍😘👏👏👏👏

A Mel viu que a casa de sua dona seria furtada e não pensou duas vezes, senão em defender o lar e a família. Ela não se importou com seu tamanho ou o tamanho do adversário. Lutou com unhas e dentes para proteger seus donos.

Muitas vezes não valorizamos os animais que estão nosso redor ou pelo menos duvidamos de sua capacidade. Brigamos muito e as vezes rejeitamo-nos em momentos de alegria extrema deles, e estresse nosso.

Mas a verdade é que o animal, seja ele qual for, seja sua raça qual for, com pedigree ou não, quando é bem tratado, bem amado, valorizado, ele corresponde. Ele passará a ver seu dono como a melhor pessoa do mundo a quem ele deve lealdade. E por isso dará sua vida se preciso for para proteger aquilo que é do seu dono, ou até mesmo o próprio dono.

Estas cenas são aquelas que vemos em noticiários e filmes, mas a Mel provou que esse amor recíproco, entre dono e animal, é coisa da vida real.

Ame seu animalzinho, alimente-o, fortaleça o laço entre vocês.

Se você, que está lendo este post, já teve alguma experiência parecida, comente na aba de comentários logo abaixo e compartilhe conosco a situação.
Postagem Anterior Próxima Postagem