EM ALTA

Martini - Advocacia, Assessoria e Consultoria Jurídica

O que o PT defendia?

O PT apoia trabalhadores ou terroristas?
Apoia feministas ou feminazis?
Igualdade de todos ou criação de grupinhos?

Se você, que tem cérebro, parar para refletir sobre as atitudes desse partido sobre as políticas sociais aplicadas durante anos, verá que suas práticas foram totalmente contrárias às ideias. Já não posso afirmar se isso era tática de governo.

Podemos considerar que o PT (Partido dos trabalhadores) é o partido que encabeça a bancada de esquerda dos partidos brasileiros. Segundo o próprio site do partido, "O PT surgiu como agente promotor de mudanças na vida de trabalhadores da cidade e do campo, militantes de esquerda, intelectuais e artistas. Foi oficializado partido político em 10 de fevereiro de 1980, pelo Tribunal Superior de Justiça Eleitoral.

Defensor do socialismo democrático, o PT foi fundamental na mobilização social conhecida como Diretas Já, que reivindicou eleições presidenciais diretas no Brasil. Lula, Tancredo Neves, Leonel Brizola e Miguel Arraes foram alguns dos protagonistas do movimento." Ver: PT - Nossa História

Continuando o que diz no site, o PT lutou pela liberdade intelectual de homens, mulheres (femistas, não feministas), negros, gays, etc... para que todos pudessem atuar perante a sociedade vencendo preconceitos, trazendo, assim, a igualdade a todos.

O PT também é a alma mater de movimentos como o MST (Movimento dos Sem Terra) e a CUT (Central Única dos Trabalhadores). "O Movimento Sem Terra está organizado em 24 estados nas cinco regiões do país. No total, são cerca de 350 mil famílias que conquistaram a terra por meio da luta e da organização dos trabalhadores rurais.

Mesmo depois de assentadas, estas famílias permanecem organizadas no MST, pois a conquista da terra é apenas o primeiro passo para a realização da Reforma Agrária.

Os latifúndios desapropriados para assentamentos normalmente possuem poucas benfeitorias e infraestrutura, como saneamento, energia elétrica, acesso à cultura e lazer. Por isso, as famílias assentadas seguem organizadas e realizam novas lutas para conquistarem estes direitos básicos." Como consta no site: Ver: MST - Quem Somos

Já a CUT denomina-se uma "organização sindical brasileira de massas em nível máximo, de caráter classista, autônomo e democrático, cujo compromisso é a defesa dos interesses imediatos e históricos da classe trabalhadora. Baseada em princípios de igualdade e solidariedade, seus objetivos são organizar, representar sindicalmente e dirigir a luta dos trabalhadores e trabalhadoras da cidade e do campo, do setor público e privado, ativos e inativos, por melhores condições de vida e de trabalho e por uma sociedade justa e democrática." Ver: CUT - Breve Histórico

Mas e na prática, é realmente isso que vemos?
Essa descrição de pacificidade e luta por direitos de igualdade passada em meras biografias é o que acontece na prática?

Vejamos os fatos:

Vamos começar pelas ramificações.


MST


O MST na prática, busca, através de invasões, conseguir terras para seus ditos "trabalhadores agrários". Eles invadem propriedades privadas, grandes latifúndios que, segundo eles, não estão sendo usado por seu donos ou por acharem que o cara tem terras demais; assim se sentem no direito de invadir a propriedade privada para tomar a terra para si e assim fazer o que bem entenderem.

Eu tenho uma certa experiência com o movimento dos sem terra, pois na minha infância participei de um grupo de grileiros que estavam separando terras no norte do Mato Grosso, e por ali pude reparar em vários detalhes. Leia a publicação MINHA EXPERIÊNCIA COM OS SEM-TERRA para saber do que estou falando.

"O que encontrei foram famílias humildes e de bom coração que se aliaram a um movimento terrorista buscando terras para poderem trabalhar, enquanto os verdadeiros cabeças do negócio buscavam apenas a riqueza que estava na terra para retirar lucros e, no mais tardar, vender a propriedade."

Nos governos anteriores, notícias apareciam a cada dia mostrando cenas de verdadeiro terrorismo em fazendas com tratores queimados, sedes destruídas, prejuízos para o fazendeiro que passavam da casa dos milhões, que usa daquele lugar para produzir alimentos, contribuindo com o celeiro nacional para gerar lucro à nação. Quem sabe uma terra ganhada no braço, na derrubada, na negociação com vizinhos para ampliação da sua área de produção, anos de desenvolvimento destruída em poucas horas.

Aqui o MST derrubando postes de uma central de energia

Sem falar que muitas dessas investidas dos supostos "reformadores agrários" acabam em morte de pessoas inocentes que os "líderes" usam como escudo humano; e isso já foi noticiado e televisionado. Cenas em que crianças serviam como moeda de segurança contra os pistoleiros de fazendas, polícia, exército. Uma verdadeira covardia.

Anualmente o INCRA faz divisão de terras em todo o país. Mas a ganância é maior que a paciência e eles preferem o confronto irregular do que a pacífica legalização.

Mas não víamos uma nota de pesar do governo petista sobre as atitudes de suas formiguinhas.



Leia:


CUT



Sobre a CUT o que tenho a dizer é o que vemos na televisão, pois esta organização não é tão atuante na região em que moro. Mas a imagem que ela passa não é diferente do MST.

Uma imagem de desordem, vandalismo, sempre visando apenas a máxima extração de direitos trabalhistas, impossibilitando, muitas vezes, que o empreendedor continuasse com a mão de obra total, pois os direitos "conquistados" aos trabalhadores pelos sindicalistas da CUT saem muito caro para o empresário. O que resta é a demissão de parte dos funcionários para que se possa manter em dia salários, reposição de matéria prima ou produtos, entre outros gastos.

Líderes sem moral nenhuma para saberem o que é ou não é bom para os trabalhadores pois nunca trabalharam e nunca empregaram. Apenas subsistem para causar badernas, desordem, destruição, confusão e idolatria a um bandido que roubou a nação por anos.

E você, leitor, acha que os líderes da CUT visavam o bem do trabalhador? Eles visavam o próprio interesse, pois em suas cabeças, quanto mais "lutavam pelos direitos dos trabalhadores" mais dinheiro entraria nos seus sindicatos. Mas o que esse tipo de atitude realmente causa é o desemprego. Se a mão de obra é cara, o empresário prefere não contratar. Abra os olhos e olhe para o país hoje. Isso foi causado por pouco mais de 100 dias de governo ou por 16 anos de um governo mentiroso que só causou mal ao empregador?



Leia:

O PT EM SI

Se o ditado diz que "árvore boa produz bons frutos e árvore ruim produz maus frutos" o PT é a prova que esse ditado é verídico. Vemos dois exemplos acima de fortes movimentos patrocinados pelo PT e por muitos anos bancados pelo seu dinheiro. E não vimos em nenhum desses 16 anos de governo PT/PMDB a repreensão dos ex-presidentes Lula ou Dilma contra os atos dos seus "filhos" da CUT e MST.

Leia:
Pelo contrário. Lula sempre esteve ligado, acompanhando tudo de perto, vendo o caos gerado pelos atos dos "trabalhadores  agrários". Durante os movimentos que geraram sua prisão, vimos muitas vezes ameaças dos cabeças dos movimentos para com os representantes da polícia federal, juiz Sérgio Moro, entre outras pessoas envolvidas no processo de prisão do ex-presidente Lula. Mas é claro que o brasileiro de bem não permitiu isso e os próprios brasileiros que se sentiram iludidos, enganados, roubados e queriam a prisão do ex-presidente, não deixaram isso barato e confrontaram os manifestantes do MST e movimentos que iniciaram o protesto denominado LULA LIVRE.



FEMINISMO

Segundo o PT, o partido sempre lutou pela inclusão da mulher no cenário político e social. Como se fosse o precursor do movimento feminista no pais. Mas é feminismo mesmo que se pratica aqui?


Segundo o site Toda Matéria: "O Feminismo (do latim femĭna, significa “mulher”) é um conceito que surge no século XIX, o qual se desenvolveu como movimento filosófico, social e político. Sua principal caraterística é a luta pela igualdade de gêneros (homens e mulheres), e consequentemente pela participação da mulher na sociedade."

Isso que você vê na imagem acima pode ser considerado feminismo?
Você aceitaria que um homem protestasse em favor do machismo pelado, mostrando seus testículos em praça pública, onde circulam famílias, crianças, idosos? Então porque temos que aceitar esse tipo de manifestação feminista?

É até insulto ao movimento criado por guerreiras do século 19, chamar essa aberração de feminismo. Isto está longe da luta por direitos das mulheres. Tá mais para massa de manobra e concentração de indivíduos patrocinados por um partido para criar caos.

De acordo com as manifestantes desse movimento, que acho melhor chamar de feminazi, elas lutam para que as mulheres não sejam vistas como objetos, para que elas busquem independência feminina, entre outras coisinhas. Mas acho que elas deveriam falar isso pras dançarinas de funk, pois ali sim, funkeiros (jovens, brancos e negros) com suas letras poéticas transformam a mulher em objeto sexual, animais, utensílio doméstico, e tudo quanto é coisa descartável. E muitas dessas meninas que ficam peladas na rua protestando acabam sendo as mesmas que dançam nesses bailes funk.

Muitas dessas meninas também são estudantes de classe média, bancadas pelo pai (um homem) na faculdade, e não querem trabalhar para se auto-sustentar, adoram se drogar e tudo mais de contraditório que você pensar.

Graças a Deus temos mulheres descentes nesse país que não se sentem nem um pouco representadas por essas moças peladas na rua, colocando crucifixos nas suas genitálias e cagando em foto de político.


NEGROS

O PT também se vangloria de supostamente defender os valores dos negros do Brasil criando cotas estudantis, modelando suas mentes e criando o discurso que os brancos do Brasil "devem até a alma aos negros". Foi isso que uma jovem disse em uma sala de aula e foi muito criticada na internet.


Mas eu acho que essa dívida foi amenizada com a lei áurea e se alguém deveria cobrar, esse alguém deveriam ser as pessoas que realmente trabalharam como escravos. Hoje temos jovens e adultos negros com saúde, inteligentes se vitimizando por algo que aconteceu a muito tempo atrás.

Enquanto a postura de alguns negros for o vitimismo, tomar a dor de quem já foi, bater na tecla do que aprenderam nos livros de escola com meias histórias, eles não olharão e verão que o caminho está aberto para todos. O racismo ainda persiste em existir, mas em poucas pessoas. A maioria não liga pra questão racial.

Os negros deveriam se revoltar mesmo com o próprio partido que, supostamente, lhes defende. Na minha visão as cotas existem para diminuir a capacidade mental dos negros, dizendo claramente que eles não tem capacidade mental para competir com um branco. Você, jovem negro, que está lendo isso, concorda? Já pensou dessa forma sobre as cotas? Você é capaz de competir com um jovem branco intelectualmente?

Então deixe de se associar a movimentos que vitimizam os negros, use sua capacidade e vença na vida. No final, a única pessoa que você irá agradecer será você mesmo porque eu sei e você sabe que é capaz.

O mais contraditório do movimento negro petista é que se um negro não for de esquerda ou não participar do movimento patrocinado pelo PT, eles são contra. Exemplo: Fernando Holiday.

Negro, gay, católico, de direita, vereador mais jovem de São Paulo e um dos coordenadores do MBL (Movimento Brasil Livre), Fernando Holiday (DEM-SP) afirma que há no Brasil um novo tipo de racismo. “É como se a senzala que existia no Brasil escravocrata tivesse sido transferida para o Brasil no século 21, mas como uma senzala ideológica”, compara.

Leia a matéria completa sobre Fernando no site Huffpost Brasil


LGBT


Chegamos ao movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transsexuais). Tem mais umas letras da sigla, mas não vou adicionar aí pois são muitas sexualidades que eles nomeiam diariamente. Deixa esse aí mesmo que é raiz.

O PT se orgulha de ser um partido que diz defender os direitos dos LGBT's e simpatizantes. Juntamente com a enraização partidária: PCdoB, PSOL, etc... eles se proclamam um partido inclusivo, aceptivo, que se abre para novas experiências e busca novos desafios para lutar a favor.

E o movimento cresceu, conseguindo novos adeptos, e lutando por direitos que, me desculpe a opinião, desnecessários ou, no mínimo, ridículos. Eles buscaram criminalizar a homofobia, que se caracterizaria como qualquer forma de rejeição ou ofensa ao indivíduo por sua opção sexual. Eles queriam a liberdade para poderem se relacionar em público, querem liberdade para ensinar sexualismo homoafetivo nas escolas. 

Já quero ser direto na contradição do movimento LGBT petista. E essa contradição se chama Che Guevara. Pois é típico dos petistas carregarem em seus peitos a foto do guerrilheiro comunista sem saber que ele ODIAVA gays e foi um dos maiores executores de homossexuais da história.

De acordo com o site Xibolete: "Qualquer pessoa que desviasse do ideal de “novo homem” era vista como “contrarrevolucionária”. Tal era o caso dos homens gays — que Guevara chamava de “pervertidos sexuais“. Guevara e Castro consideravam a homossexualidade uma decadência burguesa. Em uma entrevista em 1965, Castro explicou que “Um desvio dessa natureza conflita com o conceito que temos do que deve ser um militante comunista”. E continua relatando que "Guevara também tinha opiniões racistas. Em seu diário, ele se referiu a pessoas negras como “aqueles exemplares magníficos da raça africana que mantiveram a sua pureza racial graças à sua falta de afinidade pelo banho”. Ele também achava que europeus brancos eram superiores a pessoas de ascendência africana, e descrevia os mexicanos como “um bando de índios analfabetos”.

Eu acho que igualdade social é algo em que 'os direitos servem para todos'. A partir do momento em que eu quero ter mais direito do que outra classe por eu ser diferente, acabou-se a busca pela igualdade. E isso se aplica ao movimento LGBT que buscava benefícios, privilégios, e não apenas o respeito.

Sobre o preceito de que o mundo é homofóbico, eu digo o seguinte:

O mundo, mesmo sendo conservador, não é homofóbico. Senão grandes talentos da música não teriam tanta aceitação mundial, sendo que eram assumidamente gays, como: Freddy Mercury, Elton John, Cazuza, Ricky Martin, David Bowie, Lou Reed, Rob Halford, Renato Russo e Cassia Eller. Se a homofobia realmente for relatada como a aversão ao indivíduo que se relaciona com outro do mesmo sexo, ela não existe porque nós AMAMOS esses mitos da música. Talkei?

Agora, você ser negro, feminista, gay ou até mesmo branco e for chato. Cara, uma pessoa chata pra ser rejeitada é muito fácil. Independente da cor.


E para terminarmos eu quero voltar a reflexão do título desse post.

O que o PT defendia? O que eles realmente queriam fazendo pessoas de raças e opções diversas carregarem a imagem de seus maiores ditadores nas suas camisas, defenderem ditaduras mundialmente repudiadas e pensamentos de uma sociedade falida na prática que é o socialismo.

O PT fez seus adeptos de trouxas o seu tempo todo com a fraudulenta bandeira da busca pela igualdade. Mas ele mesmo dividiu o país em grupos.

O grupo dos gays, o grupo dos negros, o grupo das feministas, o grupo dos trabalhadores. Todos como seus militantes, soldados para guerrear contra o branco e a burguesia. E enquanto eles brigam, gritam, criam mais divisão e contenda, os líderes do partido lucram com tudo isso, compram triplex, sítios, jatinhos, e tudo mais.

Até quando eles não vão abrir os olhos e entender que os princípios desse partido são inverdades, mentiras, coisas que na prática eles não fazem. Pergunte a um líder petista se ele é socialista e ele responderá que sim. Pergunte se ele divide o seu salário de milhares de reais com os mais pobres, veja se o celular deles é um modelo simples, se suas roupas são simples, se sua vida é simples, se pelo menos chega perto da vida dos seus militontos. NÃO!

O socialismo petista é uma fraude, é furada. Eles não buscam igualdade a todos e sim uma pobreza generalizada no país para que eles, os cabeças sejam os ricos, os burgueses que suas formiguinhas tanto brigavam contra.

Quer um exemplo caro petista que leu até aqui?

Analise, use sua cabeça e preste atenção na Venezuela, em Cuba.
O seu querido Lula não mantinha amizade com o Obama por exemplo, que era um presidente de um país de cunho capitalista onde o poder é dividido. Ele é amigo do Maduro, dos Castro que são presidentes fascistas, que manipulam o poder absoluto sobre seu povo, que não podem ser ricos pois o governo não deixa.

E essa é a mensagem desse post.

PT não é partido que busca igualdade. PT é um partido manipulador desde sua criação.


Postagem Anterior Próxima Postagem