EM ALTA

Martini - Advocacia, Assessoria e Consultoria Jurídica

5 FORMAS DE GANHAR DINHEIRO COM A RECICLAGEM

Galera, a palavra do dia é sustentabilidade e nos dias que estamos vivendo, além de ter em mente que temos que conservar e proteger o meio ambiente, devemos procurar nossos próprios meios de ganhar dinheiro com aquilo que temos a oferecer.

E como você já sabe, o Coluna do PJ não é apenas um blog de opiniões, críticas ou notícias. Eu busco, com todo carinho levar até as pessoas informações que possam ajudá-las profissionalmente e sugestões de cursos de capacitação profissional para o mercado de trabalho, ou para trabalharem por conta própria, criando seu próprio empreendimento. Como o Curso de Manutenção de Smartphones onde você aprende praticamente tudo sobre a área e pode montar sua própria empresa, consertando os celulares de amigos, parentes e etc.

Eu já trouxe também um post contendo informações importantes e interessantes sobre formas de trabalhar em casa, na sua cozinha mesmo, e conseguir lucrar com isso.

Mas, voltando ao tema sustentabilidade e reciclagem, agora vou trazer formas de ganhar dinheiro com material reciclado. Coisas que você tem em casa, costuma jogar fora, mas poderia estar faturando e muito com isso. Além de não danificar o meio ambiente, pois você estará reutilizando o que pra muitos é considerado lixo.

Essa postagem eu encontrei no site SIMPERJ e tenho certeza que será de grande valia para você que está a procura de uma forma barata, simples e criativa de ganhar dinheiro. Leia todo o post, e no final disponibilizarei links para cursos muito baratos sobre ganhar dinheiro com reciclagem.

5 FORMAS DE GANHAR DINHEIRO COM A RECICLAGEM


Você separa o seu lixo para reciclagem? Sim? Isso é ótimo! Além de auxiliar na diminuição de lixo descartado erroneamente, a reciclagem traz diversos benefícios para o meio ambiente e para a sociedade:

  • Diminuição da contaminação do solo;

Com o descarte correto, milhares de quilos de resíduos são encaminhados para centros de reciclagem, o que diminui a chance de contaminação do solo dos aterros sanitários.

  • Diminuição do uso de recursos naturais;

Quando reciclamos o lixo, aquele material é reutilizado, diminuindo a exploração de matérias-primas.

  • Diminuição dos impactos no meio ambiente

Reciclar também significa diminuir a chance de que a fauna e a flora sejam prejudicadas por causa do descarte incorreto.

  • Consciência ambiental

Quando temos o hábito da reciclagem, criamos uma cultura que ajuda na consciência ambiental, ou seja, aumentamos a nossa capacidade de compreender o ambiente em que vivemos e, consequentemente, começamos a nos atentar sobre nossas ações e como isso pode impactar o planeta nos próximos anos e décadas.

  • Geração de emprego

Para que a reciclagem aconteça, é preciso que existam empresas especialistas no trato desse tipo de lixo. Com isso, há a criação de diversas vagas nessa área, que, direta e indiretamente, ajudam a melhorar a economia do país.

  • Ter a chance de economizar e gerar lucro

Além de todos esses benefícios já citados, reciclar também pode ser sinônimo de lucro, algo que ainda não é muito feito no Brasil. Segundo dados do Compromisso Empresarial para Reciclagem (Cempre), o país perde mais de 120 bilhões de reais em produtos que poderiam ser reciclados, mas que acabam sendo deixados no lixo.

Ou seja, essa é a receita perfeita para conseguir se dar bem: é preciso reciclar o lixo brasileiro e não há muita exploração desse mercado! Que tal começar a mudar sua vida e começar a ganhar dinheiro com seu lixo reciclável?

Oportunidades de lucratividade com reciclagem:

5 formas para começar reciclar e ganhar dinheiro

1 – Artesanato


Que tal investir em artesanato? É algo fácil e que você não gasta nada para produzir. Há diversos sites e canais no Youtube que ensinam a transformar materiais em artigos bem interessantes.

Aqui no blog da SIMPERJ há algumas matérias com ideias para reciclagem e que também podem gerar algum lucro!

2 – Lixo eletrônico


Nos dias de hoje, aumentamos muito a produção de lixo eletrônico, entretanto são poucos que fazem o descarte correto e isso é muito necessário, visto que eles podem liberar diversas substâncias tóxicas.

Uma boa forma de ajudar o meio ambiente e conseguir juntar algum dinheiro é vendendo as peças do seu aparelho eletrônico quando não for mais útil para você. Por exemplo, quando seu celular ou tablet parar de funcionar e não for possível realizar o conserto, é possível vender separadamente cada parte, seja em lojas físicas ou até mesmo online.

3 – Reciclagem de roupas


É muito importante saber que roupas não devem ser descartadas no lixo comum. Os componentes que dão cor aos tecidos podem agredir o meio ambiente. Por isso, você tem a chance de entrar no mercado de reciclagem de roupas.

Esse tipo de reutilização implica em algumas possibilidades, são elas:

  • Abrir um brechó;

Dessa forma, você pode ter o seu próprio negócio, vender o que você não usa mais, comprar outras roupas e vendê-las novamente.

  • Bazar de roupas;

O bazar é uma ótima oportunidade para se livrar das roupas que você não usa mais de uma vez só. É possível fazer na sua própria casa e ainda conseguir um dinheirinho!

  • Customização;

Se você gosta de corte e costura, a customização pode ser uma ótima opção. Afinal, você tem a chance de desenvolver os seus talentos melhorando uma peça de roupa que você deixou de usar e pode, inclusive, agregar valor a ela. Como no caso do brechó, a customização de peças pode se tornar um empreendimento.

4 – Venda de resíduos


Essa dica você já deve conhecer e não há falhas: comece a vender os seus resíduos. A maioria das cidades possui locais que recolhem e compram todo e qualquer tipo de lixo reciclável.

Basta fazer uma pesquisa para descobrir quais são os melhores preços e começar a juntar tudo que você puder. Lembre-se que, de qualquer forma, você irá produzir esse tipo de resíduo, então não há nenhum problema acumulá-lo para receber um retorno no futuro.

Uma dica é acessar o site soulambiental.com.br e conhecer um pouquinho do projeto Sementes do Plástico, que foi desenvolvido em parceria com o SIMPERJ. É uma ótima oportunidade de geração de renda!

5 – Crie seu próprio negócio de reciclagem


Como você deve ter percebido, o mundo da reciclagem é mercadologicamente pouco explorado. Por isso, há diversas oportunidades para crescer nessa área e conseguir ser bem-sucedido.

Por exemplo, que tal começar uma empresa de reciclagem para a sua cidade? Será preciso investir algum capital no começo, assim como em qualquer empresa, porém é possível receber um retorno rápido caso tudo seja muito bem planejado.

Oportunidades de lucratividade com reciclagem:

3 casos de pessoas bem-sucedidas no mundo da reciclagem

Se você ainda acha que este tipo de empreendimento não é rentável, existem diversos empreendedores que decidiram “cair de cabeça” nesse negócio, foram bem-sucedidos e que podem te ajudar a mudar de ideia!

Conheça a história de três empreendedores que transformaram a sua vida ao apostar no mundo da reciclagem:

1 – Fernando de Figueiredo


Após cumprir seis anos de pena por assalto e roubo de carro, Fernando não conseguiu nenhum tipo de emprego por causa do seu passado. Após muitas tentativas, ele decidiu fazer uma sociedade com alguns colegas e criou a sua cooperativa de reciclagem de madeira.

Atualmente, Fernando fatura mais de um milhão de reais por ano com sua empresa, a Sonho de Liberdade, além de garantir uma renda mensal de mil a quatro mil reais para seus cooperados.

2 – Ryan Hickman


Não é preciso ser muito experiente para começar seu próprio negócio de reciclagem, isso é o que mostra a história do norte-americano Ryan Hickman. Ele tem menos de 10 anos e criou uma empresa nessa área com o objetivo de guardar dinheiro para investir em seus estudos no futuro.

Seu interesse por reciclagem começou aos três anos, quando foi a um centro de reciclagem com seu pai. Depois disso, Ryan decidiu que iria coletar, separar e transportar os resíduos de seus vizinhos para a reciclagem, com isso nasceu a “Ryan’sRecyclingCompany”. Hoje em dia, a empresa já possui mais de 40 clientes e já reciclou mais de 22 mil quilos de lixo. Incrível, não é mesmo?

3 – Tom Szaky


Em 2013, Tom descobriu um ótimo nicho para investir: reciclagem de pontas de cigarro. O projeto foi lançado em maio daquele ano e se tornou o primeiro programa de reciclagem de “bitucas” a ser exportado para outros países.

A TerraCycle faz a coleta do material descartado e depois transforma os resíduos em outros materiais que são usados para criar novos produtos!

Viu como é possível ser bem-sucedido e mudar de vida com a reciclagem? Que tal dar uma chance para esse hábito que ajuda o meio ambiente e que pode ajudar também o seu bolso?

Clique nos links abaixo:
Postagem Anterior Próxima Postagem