EM ALTA

Martini - Advocacia, Assessoria e Consultoria Jurídica

Plano de Restauração da Praça da Liberdade

Olá pessoali, tudo bereuza com vocês?

O QUE VOCÊ ACHA QUE PRECISA SER FEITO PARA RESTAURAR A PRAÇA DA LIBERDADE?

Galera, se temos na cidade um lugar que deve ser respeitado e lembrado, esse lugar é a Praça da Liberdade. Tantas festas curtimos lá, amigos que conhecemos, momentos que passamos. E não apenas com as festas dos cantores seculares, mas também curtimos muitas apresentações de cantores gospel.

A praça da liberdade foi um marco na história de Ouro Preto do Oeste. Antes dela havia apenas uma lagoa embrejada naquele local. Mas a administração daquela época modificou a cara da cidade construindo aquela praça que, em seus primeiros anos, foi considerada umas das 10 praças mais bonitas da região norte.


Os mais antigos devem lembrar bem dessas cosias. Conta-se que no dia de sua inauguração, um senhor apareceu na praça com uma vara de pescar e iscas para tentar pescar os peixes que lá haviam, pois nos tanques, antes de águas transparentes, haviam lindíssimas carpas entre outros peixes. Porém ele foi impedido pelos guardas daquela época kkkkkkkkkkk. Foi o que fique sabendo.


Veja também: Praça dos Imigrantes - História da cidade que não pode se perder


A praça já foi bonita não é verdade?.. Mas hoje está como está. Abandonada, sem atenção. Um lugar que deveria ser o verdadeiro ponto turístico da cidade está abandonada. E não culpo a administração atual, pois isso já vem acontecendo a muito tempo. A atual administração apenas continuou o descaso. Antes, eles faziam pequenas coisas como pintar, roçar, etc, apenas para fingir que estavam cuidando, para enganar a população. E ainda existiam os chupa-sacos que diziam que tava sendo um trabalho bem feito. Ah vá.

Mas vamos logo ao foco dessa postagem. O plano de Restauração da Praça da Liberdade.
Lembrando que isso é uma ideia minha. Eu idealizo isso há muito tempo, mas como não tenho influência e nem sou baba-ovo de ninguém, fica difícil dessas coisas se concretizarem.

PLANO DE RESTAURAÇÃO DA PRAÇA DA LIBERDADE

1 - OS TANQUES DOS PEIXES

No início, como citei acima, os tanques tinham águas transparentes, chafarizes e eram bem cuidados. E dava para ver e brincar com os peixes. Hoje tudo é cheio de lodo, um verdadeiro nojo. Com tanto lixo que é jogado dentro dos tanques, aposto que os peixes, além de vivos, não estão muito bem de saúde. 

O que deveria ser feito era iniciar uma estratégia de limpeza desses tanques, começando a limpar tanque por tanque. Esgotava-se um tanque e começava a limpar com escovões e jatos para retirar o lodo daquelas pedras. Depois de terminado, enchia novamente com água limpa e retornava os peixes para lá, antes limpando peixe por peixe para não transportar sujeira para o tanque limpo. Se usasse uma caixa dágua para abrigar os peixes também ficaria bom.

Após fazer esse procedimento em todos os tanques, adivinha como estariam os tanques?.. Sim brother. Limpos!

2 - PALCO DE EVENTOS

Agora já não é nem mais questão de reforma, mas apenas uma extensão. Na minha humilde opinião, se houvesse uma passarela, mesmo que fosse removível, que ligasse o palco ao centro da praça para que os artistas tivessem uma maior proximidade com o público, ficaria mais legal.

3 - ATRATIVOS

Nos primórdios da praça, haviam ali um viveiro de plantas que parecia mais um motel muito bonito, um labirinto muito fácil de escapar, só seguir as laterais, lixeiros personalizados bem divertidos, um parquinho para as crianças, coisas simples, mas que davam graça à praça. Coisas simples que incentivavam as famílias a visitarem a praça, passar um dia por lá. Os próprios peixes eram atração. Pessoas vinham de longe para tirarem foto com o gigante pirarucu.

Essas coisas foram se perdendo com o tempo por causa do descaso e falta de interesse da administração. O viveiro virou estacionamento, o labirinto virou depósito de mosquito da dengue, os lixeiros foram destruídos e o parquinho não existe mais. O próprio ralf de skate que lá existe serve apenas para brincarem de escorregador e fazer shows. O teatro é fantasma. Quem faz show lá são os ratos e baratas. Muito dinheiro investido e pouco aproveitamento.

Mas dá pra mudar o jogo. Precisa-se que a secretaria de cultura se preocupe em trazer para o teatro um professor de artes cênicas, fazer convites para atores do estado para se apresentarem nas nossas instalações, ou até mesmo de atores ou figuras da nossa própria cidade que querem uma oportunidade. Precisa-se de uma boa divulgação. Afinal, quem não é visto, não é lembrado.

A prefeitura deve se preocupar em restaurar as atrações iniciais da praça e incrementar. Como a construção de um quiosque ali no meio dela. Isso evita das pessoas se retirarem para longe para comprar refrigerantes e outras coisas.

Nomear alguns pontos da praça também é bem atrativo. Dar nome a algo significa que aquilo tem alguma importância. As pedras deveriam ter um nome, cada tanque daquele deveria ter um nome para identificá-los. Eu batizei aquele corredor entre os tanques centrais como Corredor das Águas,

O QUE VOCÊ ACHOU?, GOSTOU DO NOME? - COMENTE


4 - CAMPANHAS MENSAIS DE ATRAÇÃO

Como assim campanhas mensais?

Uma coisa muito simples. Todo mê deveriam acontecer eventos na praça, como: festivais de talentos, eventos temáticos, feiras temáticas (ex: artesanais), festas tradicionais, (homenagem aos desbravadores da terra: ex: gaúchos, mineiros, nordestinos). Campanhas mensais como essas não precisam de muito investimento, basta convocar a comunidade para auxiliar; traz interatividade estre as pessoas, alegria, movimenta o comércio e divulga a praça da liberdade.


5 - ELEVAR O NÍVEL DE CALÇAMENTO DO CENTRO DA PRAÇA

Pelo fato de ali ter sido um brejo antes de ser praça, o solo ali supostamente é muito úmido, e o crescimento de mato ali é muito rápido devido a umidade que existe embaixo do calçamento atual. Em poucas semanas o mato já fica alto. E também em épocas de muita chuva, os tanques de água tendem a transbordar, jogando a água para cima do espaço aberto. A elevação do calçamento, além de evitar o transbordo dos tanques e o crescimento do mato, também pode ser uma oportunidade para criar um sistema de escoamento, para evitar o lamaçal que acontece durante os eventos.

Quem já curtiu uma festa na praça sabe do que eu to falando. Chega a ser nojento.


6 - DIVULGÁ-LA

Restaurar a praça da liberdade não significa apenas concertar a parte material dela que está deteriorada, mas também devolver seu título estadual, se pá, regional, que é estar entre as 10 praças mais bonitas da região norte do país. E isso começa pelo incentivo da prefeitura e a colaboração dos munícipes através da divulgação orgulhosa em termos tal atração na cidade. Após uma boa restauração da nossa praça, quem sabe usando algumas dessas dicas que eu citei acima, podemos começar a fazer camisetas, souvenirs, entre outras coisas para que nossos visitantes possam levar pra casa e divulgar para o mundo o que temos de melhor.

O QUE VOCÊ ACHA DISSO TUDO QUE EU CITEI? CONCORDA? - COMENTE AÍ QUE EU QUERO MUITO SABER!

E é isso pessoal. Compartilhe para que todos deixem sua opinião também. Obrigado e até a próxima.


Postagem Anterior Próxima Postagem