EM ALTA

Martini - Advocacia, Assessoria e Consultoria Jurídica

Eu voto por vias de mão única

E aí meus conterrâneos, tudo bem?

Vou comentar agora sobre um assunto tal e tenho certeza que irão concordar comigo.

Todos estamos percebendo que o número de carros em nossa cidade está aumentando rapidamente e, com isso, as ruas dessa cidade, não planejada, não estão suportando. Não apenas pela horrível qualidade do asfalto, mas também por serem muito estreitas.

Avenidas de mão única facilitariam a locomoção e diminuiriam o risco de acidentes / Imagem de um site da cidade
Isso, por algumas vezes, foi motivo de debate na câmara dos vereadores municipais e atualmente existe uma lei para implantação desse sistema em algumas ruas da cidade.

Na primeira vez que essa proposta foi a público para a votação dos comerciantes, eu acredito que houve manipulação do resultado, porque não é possível que as pessoas não vejam a necessidade desse sistema de trânsito, não apenas nas ruas mas, principalmente, nas avenidas que é o fluxo principal.

Veja a notícia aqui:
O sistema de mão única em ruas e algumas avenidas da cidades e semáforo nos principais cruzamentos, que seria implantado no nosso trânsito, foi substituído pelas rotatórias. Na minha opinião, isso é pensamento de cidade pequena.

Ao invés de implantarem tecnologia para que as pessoas aprendam como andar em grandes cidades e aumentar nosso nível de experiência no trânsito, eles estão fazendo as pessoas andarem em círculos literalmente. Será que houve super-faturamento nas rotatórias?

Quando você anda pela cidade você percebe o que eu estou falando. No centro principalmente.
Na rua Ana Nery, nas imediações das nossa esquecida praça histórica é tão apertado que parece uma feira livre.

Veja também:
Os caminhões das lojas dividem espaço com os carros estacionados em ambas as direções, e o risco de acidente é muito grande mesmo. Ainda bem que as pessoas são sensatas e se previnem para evitar o pior.

Em horários de pico essa região da cidade fica quase intrafegável / Imagem da internet

Nas demais ruas da cidade encontramos espaços absurdamente pequenos para estacionar os veículos, e muitas vezes alguns motoristas acabam não tendo espaço o suficiente para estacionar corretamente e o automóvel acaba ficando com partes na beirada da pista, causando risco de acidentes.

Esta calçada está localizada na av. Ademir Ribeiro, prox. ao bosque

A qualidade das calçadas é horrível e a arquitetura da última reforma das calçadas da cidade foi de "cair o cú da bunda". Um design sem sentido, rampas para cadeirantes longe das faixas e faixas que deparavam com o meio fio, faixas de pedestres na frente de bueiros, longe das esquinas, sinalização horizontal apagada ou distante da esquina, placas de limite de velocidade absurdas, proibição da circulação sem sentido, ta bom ou quer mais?

Estas faixas de pedestre estão na esquina da rua do bosque com av. Capitão Sílvio. Mas onde está a rampa de acesso para os cadeirantes?

Só mais um pouco.

Canteiros inacabados, excesso de quebra-molas sem necessidade, ruas esquecidas em situação calamitosa, bairros esquecidos, rotatorias deformadas ou desalinhadas, qualidade péssima do asfalto, e etc...

Era para ser apenas um artigo pessoal de opinião sobre a implantação de mão única na cidade, mas virou um desabafo. Mas são coisas impossíveis de se passarem despercebidas aos nossos olhos.

Voltando ao contexto da história...

A administração atual ainda está meio perdida e vemos uma constante disputa entre o presidente da câmara dos vereadores e o prefeito da cidade. Dois poderes que deveriam se unir para fazerem uma cidade melhor, acabam se estranhando por causa de projetos e conversas paralelas.

Ouro Preto do Oeste, sendo uma cidade da região central denominada "Estância Turística", deveria mostrar uma preocupação maior com o seu trânsito, a situação das ruas e avenidas, a qualidade do asfalto, a implantação de componentes de trânsito mais avançados (semáforos, mão única, guardas de trânsito, etc...) visando manter uma certa ordem e ajudando o próprio cidadão a se educar melhor no trânsito usando e implantando as regras que aprendeu na auto escola.

A travessia da avenida 15 de novembro com a BR 364 é um ponto onde ocorrem muitos acidentes. Já ouvimos rumores dizendo haver um projeto para construção de um viaduto naquele ponto, onde a BR passaria por cima e quem transitasse na avenida atravessaria tranquilamente por baixo. Mas ouvimos apenas rumores, não vemos projetos ou vereadores defendendo e agilizando para isso acontecer. Se o problema é a falta de recursos, me assusto em perguntar aonde está indo o dinheiro do nosso município. Mas é algo necessário e de urgência, e por favor, não contratem a empresa do viaduto de Porto Velho, contratem a que fez o de Ji-paraná.

A conversa de uns tempos atrás, mas que retornou agora é a construção de um portal no início da avenida Daniel Comboni.

Hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah klkkkkkkkkkjkkkkkjjkjjkkjjkjjkkkkk
Rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs kekekkekelelelejejejeeeeheheheheheheh oaksoaskaoksoa  (risos).

Tem necessidade disso gente?

Primeiro que existem coisas mais importantes para mexer na cidade. Segundo que aquilo é decoração de cidade sulista.

Esqueçam isso. Quem gostava de deixar a cidade bonita era o Alex Testoni, que só deixou bonita mesmo, mas emprego e empresas que é bom só fez espantar daqui.

Concluindo.

Cidade que pensa como cidade pequena jamais cresce. Devemos pensar como cidade grande. Nós temos um reconhecimento altíssimo no estado pela nossa história passada, mas não podemos viver apenas de passado, devemos usar o passado pensando num crescimento futuro.

Devemos mostrar vontade de avançar, de crescer e novamente aparecer. Educando seu povo, não os desanimando, trabalhando com ele e mostrando presença na sociedade. E agora estou me dirigindo aos representantes do povo.

E aí, você concorda que precisamos de vias de mão única com calçamento e estacionamentos laterais bem trabalhados?

Deixe sua opinião nos comentários. Compartilhe com os amigos. Obrigado.

Postar um comentário

Deixe aqui a sua opinião

Postagem Anterior Próxima Postagem